Wesley Batista vira réu por uso de informação privilegiada para lucrar - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Wesley Batista vira réu por uso de informação privilegiada para lucrar


O empresário Wesley Batista se tornou réu em ação penal que apura se ele usou informação privilegiada para ganhar dinheiro no mercado financeiro com a delação da J&F. O juiz Diego Paes Moreira, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, recebeu denúncia do Ministério Público Federal.

De acordo com o G1, em 7 de maio o MPF denunciou pela segunda vez o empresário Wesley Batista pelo crime de insider trading, que diz respeito ao uso de informações privilegiadas para lucrar no mercado financeiro.

O MPF apontou que, como gestor da Seara Alimentos e Eldorado Celulose, o empresário comandou operações de câmbio das empresas em maio de 2017, quando ainda estava sob sigilo o acordo de delação premiada que ele e o irmão Joesley Batista firmaram com a Procuradoria Geral da República (PGR) e executivos do grupo J&F.

Após a divulgação do teor das colaborações, o dólar teve alta expressiva, o que rendeu ao empresário quase R$ 70 milhões a partir dos contratos de dólar negociados dias antes, afirma o Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner