Governo do RN pretende erradicar analfabetismo no Estado em até 8 anos - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

terça-feira, 30 de julho de 2019

Governo do RN pretende erradicar analfabetismo no Estado em até 8 anos


O titular da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (Seec) do Rio Grande do Norte, Getúlio Marques, anunciou que a pasta pretende lançar um projeto de alfabetização com qualificação profissional para a população até o final do mês de agosto. Segundo ele, o objetivo é erradicar o analfabetismo dentro de até oito anos no Estado.

Em entrevista exclusiva ao Agora RN, ele detalhou que inicialmente serão implantadas 100 turmas com 25 alunos, todos eles residentes em áreas rurais.

Isso vai dar um total de 2,5 mil alunos que receberão a alfabetização com qualificação profissional no Rio Grande do Norte. Para tanto, foram contratados 100 alfabetizadores e 100 técnicos agrários que serão os responsáveis pela condução do programa.

“Nós buscamos muito a alfabetização ou a elevação da escolaridade com qualificação profissional. Temos no Estado cerca de 400 mil analfabetos. Neste projeto, cada turma terá um professor que alfabetiza e um técnico que vai dar as noções para que eles se profissionalizem”, explicou Marques.

Segundo o secretário, o plano não será colocado em prática apenas com os esforços do Governo do Estado, mas também com as forças das universidades, parte da sociedade civil organizada, além do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Eles se uniram ao poder público para buscar a erradicação do analfabetismo em solo potiguar.

Há quase 7 meses conduzindo a Educação do RN, Getúlio fez um balanço positivo das atividades exercidas até aqui. Segundo ele, tem sido prioridade da pasta a implantação de escolas em tempo integral, bem como o transporte escolar de alunos do interior. Atualmente, o Estado conta com 60 escolas em tempo integral e oferece transporte gratuito para 159 municípios, graças a recursos oriundos do Banco Mundial.

“Das 60 escolas em tempo integral, 40 delas são de nível médio e queremos subir esse número 150. Estamos traçando planejamento que deve estar finalizado até agosto. Quanto ao transporte, nós repassamos (verbas) para 159 municípios para que eles possam transportar os alunos. Foram quase R$ 15 milhões. Estamos ainda a concluir processos com os 15 municípios que faltam para que possamos oferecer o serviço em todas as cidades”, revelou.

Ainda de acordo com Getúlio Marques, a atual gestão da SEEC tem buscado prezar pela qualidade das estruturas físicas das escolas potiguares. Segundo ele, até o final deste ano, 46 unidades estarão a disposição dos alunos oferecendo excelentes condições estruturais, sendo seis novas e 40 completamente reformadas. “Três já estão praticamente finalizadas”, adiantou o secretário, que admitiu ter ainda outras 228 unidades precisando de reformas no RN.

No geral, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer recebeu do Banco Mundial recursos da ordem de R$ 87 milhões. Com esse montante, a pasta garantiu que um conjunto de escolas receberá novos equipamentos, sendo que parte deles já foram adquiridos.

“Temos 51 laboratórios comprados com estes recursos e estamos angariando novas formas de conseguir verbas. O próximo passo é viabilizar recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a construção de 40 laboratórios na área de ciências”, concluiu.

No primeiro semestre de 2019, a SEEC convocou 468 novos professores efetivos, reformou 48 escolas, manteve em funcionamento 60 instituições de ensino de tempo integral, viabilizou o transporte escolar em mais de 90% dos municípios potiguares e adquiriu 71 novos laboratórios de informática.

Para o futuro próximo, a pasta pretende elevar para 150 o número de escolas de nível médio em tempo integral, entregar 6 novas unidades até o fim deste ano e viabilizar a aquisição de 40 novos laboratórios científicos.

Por Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner