Padrasto confessa que matou criança de 6 anos em Jaçanã, diz Polícia Civil - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Padrasto confessa que matou criança de 6 anos em Jaçanã, diz Polícia Civil


A Delegacia Municipal de Jaçanã concluiu a investigação do crime que vitimou Danielle Avelino de Oliveira, 6 anos, no município de Jaçanã. A criança foi encontrada morta com sinais de estrangulamento no início da noite do dia 9 de agosto, dentro da casa onde morava com a mãe, o padrasto e mais quatro irmãos. O padrasto, Paulino Lopes da Silva, 34 anos, confessou a autoria do crime.

No dia 10 de agosto, a mãe Alcilene Santos Avelino, 35 anos, e o padrasto da menina, Paulino Lopes da Silva, 34 anos, após ordem de prisão preventiva, foram presos na delegacia do município de Santa Cruz. No decorrer das investigações, ficou comprovado que Alcilene Santos não teve participação no crime, pois, no momento do homicídio, a mãe da criança esteve em outros locais, como no centro da cidade.

O laudo do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP/RN) apontou que Danielle Avelino foi morta por asfixia mecânica. Ao ser ouvido na delegacia, o padrasto, Paulino Lopes, confessou a autoria do crime de homicídio. No entanto, ele negou a prática de violência sexual. A polícia aguarda o recebimento do respectivo laudo pericial.

Em interrogatório, o homem alegou que foi um acidente. Ele havia entrado no quarto para pegar uma roupa, mas a criança acordou assustada e começou a gritar, o que, segundo ele, poderia chamar a atenção da vizinhança, devido à proximidade com as casas na rua. Paulino alegou que pegou um lençol e colocou na boca e nariz da criança, mas, achou que ela havia somente desmaiado e, posteriormente, voltado a dormir.

Paulino Lopes permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181.
 
Por Portal no Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner