Construção de barragens subterrâneas transforma a vida no campo potiguar - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Construção de barragens subterrâneas transforma a vida no campo potiguar


O Governo do RN, por intermédio da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), e o Ministério do Desenvolvimento Social, atual Ministério da Cidadania (MDC), firmaram convênio para construção de quase mil unidades de tecnologias sociais de acesso à água, barragens subterrâneas, distribuídas por todo o território potiguar.

O objetivo da tecnologia é proporcionar o acesso à água para a produção de alimentos a família de baixa renda e residente na zona rural atingida pela seca ou falta regular de água, por meio da implantação de barragem subterrânea, associada a capacitações técnicas e formação para a gestão da água.

“É um programa fantástico em todos os aspectos. A barragem subterrânea proporciona a família rural a possibilidade de permanecer desenvolvendo suas atividades no campo, apesar das adversidades climáticas. Além disso, o agricultor ainda tem a oportunidade de se capacitar, participar de todo o processo de construção da barragem subterrânea. Um ciclo que impulsiona o desenvolvimento agropecuário da região”, enfatiza o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Guilherme Saldanha.

O agricultor beneficiado com a barragem subterrânea recebe um poço artesiano (cacimbão), duas caixas d’água de 1.500 litros e uma bomba centrifuga, e conta ainda com cursos de capacitação de manejo de água para produção de alimentos e sistema simplificado de manejo de água para a produção. Por participar ativamente da construção da sua barragem, o trabalhador recebe uma ajuda de custo pela mão de obra, no valor de R$ 675 (seiscentos e setenta e cinco reais), por família, e uma cesta básica pela alimentação.

Dessa maneira, a família beneficiada tem a oportunidade de melhorar suas condições de vida, facilitando o acesso à água e contribuindo para a garantia da segurança alimentar e nutricional, e a geração de renda a partir da comercialização de excedentes, se for o caso. A seleção dos beneficiários foi realizada a partir de lista orientadora encaminhada pelo Ministério da Cidadania, obtida junto ao Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O público alvo potencial foram as famílias com renda de até meio salário mínimo per capita, residentes na zona rural do município e sem acesso à água potável.

Mais de 200 barragens já foram finalizadas e entregues às famílias de agricultores, distribuídas em 26 municípios do RN. Para implementação de toda a ação estão sendo investidos cerca de R$ 15 milhões provenientes do Governo Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner