Polícia prende mulheres que desligaram aparelhos que mantinham irmão vivo - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

domingo, 3 de novembro de 2019

Polícia prende mulheres que desligaram aparelhos que mantinham irmão vivo


Duas mulheres foram presas na cidade de Guanambi, sudoeste da Bahia, após desligarem os aparelhos que mantinham o irmão vivo na cama de um hospital. Almiro Pereira Neves, de 43 anos, estava internado devido a complicações de cirrose – ele foi diagnosticado com etilismo, pneumonia aspirativa e hemorragia subaracnóidea. De acordo com a Polícia Civil, as irmãs Marliete Pereira Neves, 41, Zelita Pereira Neves, 32, que são evangélicas, cometeram o ato na sexta-feira, 25, ‘acreditando se tratar de um milagre de cura’.

Ainda segundo a polícia, as duas entraram no Hospital Regional de Guanambi, que pertence à rede estadual, e desligaram o aparelho. Em seguida, mandaram o irmão levantar, mas ele não reagiu. A morte de Almiro foi constatada instantes depois. Policiais Militares informaram à reportagem que prenderam as duas mulheres em flagrante por volta de 21h40. Outro homem, que estava com elas, foi ouvido e liberado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner