Em Natal, sistema de transporte funcionará segunda-feira com 30% da frota - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

segunda-feira, 23 de março de 2020

Em Natal, sistema de transporte funcionará segunda-feira com 30% da frota


Depois de uma reunião de mais de duas horas na Salão Nobre da Prefeitura para discutir o funcionamento do sistema de transporte público da cidade, o prefeito Álvaro Dias determinou que a frota irá operar amanhã no sistema normal de domingo e na segunda-feira (23) com 30% da frota no horário das 5h da manhã até às 20h, último horário para os veículos saírem dos terminais. Para o final da tarde da segunda-feira já fica convocada uma reunião com o Seturn, o Sindicato dos Motoristas e os representantes da Prefeitura no Gabinete de Crise para avaliar o funcionamento do sistema e, se for o caso, propor ajustes já para a terça-feira.

Várias propostas foram apresentadas até que o consenso em torno do funcionamento com uma frota reduzida, como acontece nos períodos de greve, foi aprovada por todos com a ressalva de avaliação posterior de como ficou o funcionamento. “Acho que foi importante essa reunião porque a princípio se pensou em paralisação total do sistema para evitar o contágio nos veículos, mas depois houve a ponderação sobre o funcionamento dos serviços essenciais, inclusive dos estabelecimentos comerciais que vendem alimentos, remédios, combustíveis e outros produtos essenciais, então se pensou nessa proposta aprovada que, espero contemple a todos e que será avaliada diariamente conforme as coisas forem se desenrolando”, explicou o prefeito.

Além da STTU, Seturn, Sindicato dos Motoristas, também participaram da reunião entidades empresariais como Fiern, CDL, Fecomércio, Aeba, Associação dos Supermercados, representantes dos hospitais privados, Secretarias de Saúde, de Educação, Urbana e sindicatos de trabalhadores ligados a esses serviços.

O prefeito considera que a crise estabelecida com o novo Coronavírus é um fato inédito e que o poder público está buscando as melhores soluções para enfrentar o problema. “Toda essa situação cria um problema que não é só sanitário, é também econômico, mas no momento todo o foco tem que ser dado ao atendimento às pessoas que forem acometidas pela doença e ao esforço para diminuir ou retardar a epidemia na cidade por isso faço um apelo para que só saiam de casa as pessoas que realmente precisam trabalhar nos serviços essenciais, mas quem puder fique em casa evite está nas ruas, nas praias ou praças. O momento é de incentivar o isolamento social”, afirmou Álvaro Dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner